domingo, 24 de novembro de 2013

Nostalgia / Escutismo

A nostalgia é resultante das memórias. De memórias que, tal como nós, não são eternas... algumas delas será bem verdade que a "mitologia da rapaziada :))" as eterniza. Parece-me que devemos tratar esta nossa memória colectiva como se do acervo de um se tratasse. Considerando que todos nós somos super ocupados e que não conseguimos ter um bocado para nós servindo no activo do CNE, Considerando que o que pretendemos é unicamente preservar a nossa memória colectiva e que recusamos meter o bedelho no agrupamento, Considerando que adoramos o puto que há em nós, Considerando o considerando e tal... Lanço-vos o desafio Vamos juntar-nos em associação, constitui-la legalmente e depois vamos buscar trapos, cacarecos, papéis, fotos, vídeos e etc.. e tal e vamos fundar o Museu do Escutismo de Pombal. O ME P poderia ser uma forma de manter a o espírito, preservar as memórias e tratar da parte logística da comunicação entre "escuteiros fora do activo". Temos medo ? Seremos capazes ??

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Vale a pena pensar nisto....

Rom. 12, 5-16a) Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos Irmãos:
Nós, que somos muitos, formamos em Cristo um só corpo e somos membros uns dos outros. Mas possuímos dons diferentes, conforme a graça que nos foi dada.
Quem tem o dom da profecia, comunique-o em harmonia com a fé; quem tem o dom do ministério, exerça as funções do ministério; quem tem o dom do ensino, ensine; quem tem o dom de exortar, exorte; quem tem a missão de repartir, faça-o com simplicidade; quem preside, faça-o com zelo; quem exerce misericórdia, faça-o com alegria.
Seja a vossa caridade sem fingimento.
Detestai o mal e aderi ao bem.
Amai-vos uns aos outros com amor fraterno; rivalizai uns com os outros na estima recíproca.
Não sejais indolentes no zelo, mas fervorosos no espírito; dedicai-vos ao serviço do Senhor.
Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação, perseverantes na oração.
Acudi com a vossa parte às necessidades dos cristãos; praticai generosamente a hospitalidade.
Bendizei aqueles que vos perseguem; abençoai e não amaldiçoeis.
Alegrai-vos com os que estão alegres, chorai com os que choram.
Vivei em harmonia uns com os outros.
Não aspireis às grandezas, mas conformai-vos com o que é humilde.

domingo, 6 de maio de 2012

Feliz dia da Mãe !!

Às mães da minha família!!


domingo, 8 de abril de 2012

sábado, 17 de março de 2012

Cidade de Pombal - Lembranças da Vila



Um muito obrigado ao EMPORAO que tem feito um grande serviço na preservação da nossa memória colectiva.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Preferências....

Prefiro uma pessoa a que conheço os defeitos a uma que só lhe conheço as virtudes.
Porque àquela a que conheço os defeitos, conheço-lhe decerto as virtudes, pois só se conhecem os defeitos das pessoas que realmente conhecemos.

sábado, 3 de março de 2012

Hora de Mudança

Escrevo na ressaca da noite de ontem em que presenciei mais um enxovalho ao Benfica.
Sim ao Benfica.
Ao grande Benfica com 108 anos de história, 34 títulos nacionais, 2 taças dos campeões europeus, ect... etc...
Este enxovalho erradicou numa cirúrgica arbitragem que, na decisão dos pequenos casos, cerceou a equipa do Benfica de controlar o jogo enquanto beneplácitamente apadrinhou a equipa contrária. Não falo dos golos, nem do penaltis, falo nas pequenas faltas assinaladas ao contrário, nos lançamentos laterais ajuizados ao contrário, no jogo faltoso que não foi sancionado disciplinarmente (Janko acaba o jogo em campo?), pequenos detalhes que sozinhos são inocentes mas juntos (e muitos como é o caso) mudam tudo!

Mas o enxolhavo poderia não o ter sido se quem dirige o clube fosse mais sensato.
É necessário sensatez para distinguir entre protecção e endeusamento.
O clube, os seus dirigentes, a sua extraordinária máquina de comunicação, funcionários e colabores têm de proteger o treinador; obrigatoriamente devem proteger o treinador e sou pela total protecção ao treinador do clube.
Agora não concordo com o endeusamento que o clube tem feito deste treinador. Não o aceito, não o admito, não compactuo com ele.
Este treinador só, REPITO SÓ, ganhou um campeonato nacional. Nos 108 anos de história, nem direito a um rodapé tem. Como é que o clube de EUSÉBIO, COLUNA, NÉNÉ, HUMBERTO COELHO, e muito mais campeões se permite a endeusar este treinador.
Este treinador para ser endeusado tem de ganhar! De ganhar muitas vezes!! Para ganhar muitas vezes tem de mudar a sua maneira de estar e de pensar e de regressar à forma como esteve na sua primeira época na Luz onde o seu discurso discorria pelas virtudes do trabalho, do sacrifício e de nunca se ter ganho nada!! Este treinador tem de ser em relatividade à história do Benfica: ele relativamente a história do Benfica representa pouco, muito pouco... para ser tratado assim tem de representar mais, muito mais!
Que os dirigentes entendam isto e que sejam exigentes com este treinador como o são, estou certo, com qualquer outro funcionário do clube.
Honrem o Benfica acabando com a basófia, mãos ao trabalho e espírito exigente... está na hora da Mudança!